JoomlaLock.com All4Share.net

 

Suely Caldas Schubert

 

Às vezes parece que o mundo está à beira do caos e que não há mais jeito. Às vezes pensa-se que nada mais conseguirá reverter a confusão que se instalou.

Às vezes... Nem é bom pensar, nem ler o jornal ou assistir ao noticiário na TV. Miséria, guerras, mortes, violência, corrupção, dor. São as manchetes de cada dia, como se nada de bom acontecesse.

Mas o bem existe. Não faz alarde, apenas acontece e se espraia.

O amor existe e impulsiona as criaturas ao progresso, à busca de sua espiritualidade, à caridade legítima e mantém acesa a chama da esperança.

Porque Jesus está presente.

Não se ausentou do mundo, permanece e inspira o ser humano para o seu alto destino. Como Pedagogo Sublime leciona através das Leis sábias e justas do Criador. Não poucas vezes, todavia, o homem ou a mulher infringem as Leis e recebem a sanção correspondente. A dor não tem, assim, uma função punitiva, mas educativa.

A destinação do ser humano é o bem, o progresso, a felicidade. A violência em todos os níveis em que se manifesta é fruto da ignorância da Leis. O ser violento é alguém em profunda miserabilidade espiritual.

Cabe à Doutrina Espírita revelar à humanidade a mensagem legítima do Cristo.

Jesus ainda é o grande desconhecido, ou o que é mais triste, esquecido.

O homem, distraído de suas carências espirituais, prioriza a vida física, material, fugaz e impermanente. E depois, diante dos revezes da vida, chora e reclama o seu destino. Nesta hora recorda-se que existe alguém maior que ele próprio.

Neste Natal e em todos os dias de nossa vida, recordemo-nos de Jesus, trazendo-o de volta ao nosso coração.

Ele está aniversariando.

E a festa legítima e real de Jesus não necessita de tantas celebrações mundanas. Não pede riquezas, presentes, bebidas, ceias, rituais, ao contrário, é vivida no silêncio do ser.

È o encontro com o próximo, é a caridade que se faz em nome Dele. São as obras meritórias, os ideais nobres. É a doação de si mesmo, o compartilhar, o perdão que se exercita, o bem que se faz.

Enfim, é o amor em ação, como Ele ensinou e exemplificou.

Jesus está presente. E sua presença se evidencia, especialmente, através de cada ser humano.

Portanto, neste Natal, deixe que a presença do Mestre se revele em você e se irradie em direção à Vida.

E não se admire se a pessoa mais feliz for você.

É que, certamente, a voz do Mestre ressoará, na profundidade do seu íntimo, dizendo- lhe: “- Eu estou aqui! “

Este é o presente que Ele nos dá.

 

Dezembro, 2016.